Greenz
Sua marca não é relevante para o Facebook
por Greenz Digital

Ontem, o Facebook soltou um comunicado em seu blog que reforça ainda mais seu compromisso em aproximar pessoas e estreitar relacionamentos, o que é bom para as pessoas, mas ruim para (a maioria) das marcas.

Em seu post, Mark Zuckerberg afirmou que, devido a reclamações de muitos usuários sobre poluição no feed de notícias – muitos posts de marcas, negócios e da mídia – o Facebook mudará seu objetivo de ajudar as pessoas a encontrarem conteúdos relevantes para oferecer conexões sociais mais significativas para o usuário.

Tá, mas o que isso significa para a estratégia de mídias sociais da minha marca?

O conteúdo orgânico morreu. Se sua marca ainda não entendeu isso, deveria. Posts que não geram conversas e interações significativas entre as pessoas não terão relevância para o ranking de publicações do Facebook.

Essa estratégia da rede pretende acabar com aquele velho hábito de passar horas rolando o feed do Facebook passivamente, sem interagir com nada. O foco é que seu feed mostre muito mais updates de amigos, família e grupos, que tendem a gerar mais engajamento. E que o tempo que você gasta no Facebook seja útil.

Então minha marca sumirá do Facebook?

Não, nada disso. As pessoas ainda poderão escolher ver os conteúdos publicados pela sua marca, selecionando a opção “Ver primeiro” nas configurações do feed de notícias. Mas a qualidade das publicações devem, de qualquer maneira, seguir o que Zuckerberg indicou: os conteúdos precisam gerar mais conversas entre as pessoas.

Vídeos ao vivo, notícias sobre temas relevantes, eventos, posts que trazem soluções para problemas comuns, tudo isso tem o poder de gerar discussão e trazer valor real para seus prospects e atuais clientes e fazer suas publicações subirem no ranking do Facebook.

E, claro, não podemos esquecer do investimento em Ads. Essa é o principal “money maker” dessa mídia que, só no último trimestre, teve mais de 10,3 bilhões de dólares em receita com anúncios. É de suma importância que sua estratégia na rede envolva investimentos relevantes para que sua marca não se torne ~irrelevante~.

 

Imagem: DocumentaryTube

Deixe um comentário